ROTEIRO “TERRA MÃE DO BRASIL” RECEBE VALIDAÇÃO DO PROJETO EXPERIÊNCIAS DO BRASIL RURAL.
Atualidades

Integrando o ciclismo, caminhadas e a canoagem ao turismo, o roteiro “Terra Mãe do Brasil” teve sua validação concluída na ultima sexta-feira (03.12) pelo projeto Experiências do Brasil Rural. Durante esta semana, técnicos do Ministério do Turismo e da Universidade Federal Fluminense (UFF) desfrutaram de experiências únicas tendo como cenário as belas paisagens, rios e vilarejos que Porto Seguro (BA) proporciona. Esta é uma das últimas etapas da iniciativa, desenvolvida em conjunto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e que contou com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo de Porto Seguro (BA), nesta etapa.

Segundo o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, a cidade baiana e seus distritos não poderiam ficar de fora deste projeto que está trabalhando e desenvolvendo o turismo rural no país. “Além das belas praias e outros atrativos naturais, Porto Seguro guarda uma pedra preciosa em seu interior, que é o agroturismo. O nosso objetivo aqui é ampliar a oferta turística nacional, bem como gerar alternativas de renda a agricultores familiares da região que também trabalham o turismo, com reflexos extremamente positivos na geração de emprego e desenvolvimento”, explica.

Ao longo da semana, os técnicos visitaram diversos empreendimentos que compõem o roteiro, como o Celeiro Orgânico, ponto alto da agricultura orgânica, e o centro histórico da cidade. De “bike”, conheceram um pouco das praias e da história do distrito de Arraial d’Ajuda, visitaram uma cervejaria e provaram da gastronomia típica e comidas internacionais do sul da Bahia.

Visitaram ainda a propriedade Trevo dos Búfalos e foram a uma das mais importantes unidades de conservação integral do estado da Bahia, o Parque Nacional Pau Brasil. E não poderia faltar o famoso Acarajé do Vale e a Fábrica de Chocolate Di Porto, onde tiveram a chance de conhecer o processo de fabricação do produto.

Para a proprietária do Celeiro Orgânico e do Sítio Santiago, Adriana da Rocha Severino, o projeto Experiências do Brasil Rural veio para abrir os olhos dos empreendimentos da região para a vasta possibilidade turística que ela apresenta. “Eu estou muito feliz com esta proposta porque, até então, eu não tinha ideia de como isso seria importante e daria visibilidade a minha propriedade. Quando fui convidada, participei de todas as capacitações e consegui que minha propriedade fosse validada. Eu fiquei muito feliz!”, conta.

O proprietário da Fazenda Trevo dos Búfalos, Roberto Cangassu, também se mostrou muito contente em participar do projeto. Segundo ele, as capacitações foram componentes essenciais para o avanço das experiências do roteiro. “Estamos felizes por termos recebido, por parte do Ministério do Turismo e da Universidade Federal Fluminense, todo um aprendizado, toda uma transferência de conhecimento por pessoas altamente qualificadas e diversos profissionais que nos passaram informações cruciais para o bom desenvolvimento da nossa experiência e nos dando as capacitações necessárias para que possamos ter uma experiência memorável e marcante”, destacou.

Outro empreendimento que aproveitou as mentorias foi o Bahia Activie. Segundo a proprietária, Renata Tardin, as orientações do projeto serão essenciais para a ampliação da sua atividade turística. “Participar deste projeto foi incrível. Mesmo conhecendo a região há mais de 30 anos e com roteiros de cicloturismo já formatados pelas fazendas, reservas indígenas e parques nacionais da Costa do Descobrimento, as mentorias deram outra dimensão às nossas potencialidades. As trocas de experiências e novas parcerias farão a diferença neste novo roteiro de turismo rural”, finalizou.

Durante as validações, os técnicos do Ministério do Turismo e da Universidade Federal Fluminense contaram com o apoio integral da equipe da Secretaria Municipal de Turismo de Porto Seguro, representada pela superintendente de Produto Turístico, Aline Rodrigues; diretora de mercado, Neila Muller; pela diretora de Comunicação, Fernanda Rodrigues e pelo fotógrafo da prefeitura, João Cordeiro. 

PROJETO – A fase inicial do Experiências do Brasil Rural envolveu um diagnóstico das rotas, que indicou pontos fortes e quesitos passíveis de aprimoramento. Em seguida, houve capacitações e a formatação de vivências memoráveis nos destinos. Os produtos e serviços desenvolvidos estão sendo validados a partir de visitas presenciais de coordenadores do projeto e, por fim, o Experiências do Brasil Rural vai focar em ações de apoio à promoção e à comercialização dos roteiros.

Além do “Terra Mãe do Brasil”, participam do projeto Experiências do Brasil Rural a Rota Amazônia Atlântica, do Pará; o Agroturismo, do Espírito Santo; a Rota do Queijo Terroir Vertentes e a Rota Gourmet das Terras Altas da Mantiqueira, em Minas Gerais; o Caminhos do Campo, em Santa Catarina; e a Ferradura dos Vinhedos e o Roteiro Farroupilha Colonial, no Rio Grande do Sul. Após um diagnóstico inicial, agora os empreendedores participam de capacitações referentes às cadeias produtivas de interesse do projeto: queijos, vinhos, cervejas e frutos da Amazônia.

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO.

Veja também!

MTUR RETOMA AÇÕES PRESENCIAIS PARA INCENTIVAR A REGULARIZAÇÃO DE SERVIÇOS TURÍSTICOS.
MACEIÓ (AL): OS 206 ANOS DO “CARIBE BRASILEIRO”.

Veja também!

Menu