PRORROGADAS AS INSCRIÇÕES PARA CURSO DE FACILITADORES DO PROJETO ORLA
Atualidades

Foram prorrogadas para a próxima quarta-feira (30.06) as inscrições para o curso de facilitadores do Projeto Orla. A qualificação gratuita tem o objetivo de formar técnicos especializados em planejamento, capazes de assessorar as Coordenações Nacional, Estaduais e Municipais do projeto no processo de elaboração de Planos de Gestão Integrada de orlas na zona costeira e nas regiões hidrográficas brasileiras.

Serão ofertadas 80 vagas a serem distribuídas igualmente nas cinco regiões do país. As aulas têm início no dia 2 de agosto e terminam em 14 de dezembro. Os alunos que obtiverem rendimento bom ou excelente no processo de avaliação receberão um certificado, emitido pela Universidade Federal do Pará (UFPA).

Clique AQUI para se inscrever.

Poderão participar da seleção candidatos com diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento, desde que reconhecido pelo Ministério da Educação, e que tenham disponibilidade de tempo e possibilidade de viajar aos municípios para realização de visitas técnicas, reuniões e condução presencial de oficinas.

O curso será realizado remotamente e tem carga horária de 180 horas, distribuídas em cinco módulos de conhecimento, incluindo Noções Teóricas Gerais; Noções Teóricas Específicas de Caracterização Territorial das Orlas Brasileiras; Noções de Políticas Públicas para o Território; Dimensões do Projeto Orla no Contexto do Desenvolvimento Nacional, Regional e Local; e Diretrizes para Elaboração do Plano de Gestão Integrada. Confira o edital completo AQUI.

PROJETO ORLA – O Projeto Orla é uma ação interministerial formada pelos ministérios da Economia, do Turismo, do Desenvolvimento Regional e do Meio Ambiente. A iniciativa busca harmonizar as políticas ambiental, urbana, patrimonial e do turismo no cuidado com os espaços litorâneos para que cumpram a sua função socioambiental e econômica.

O Projeto consiste na elaboração e cumprimento de um Plano de Gestão Integrada (PGI), que deve ser elaborado e executado de modo participativo entre os poderes públicos, órgãos, instituições e organizações da sociedade interessados. A elaboração do PGI é concretizada mediante esforços a partir de um diagnóstico preliminar e, posteriormente, por meio da realização de oficinas locais de planejamento integrado, onde são conhecidos e discutidos as conjunturas atuais, as tendências e os cenários desejados para cada trecho da orla.

O Ministério do Turismo firmou, recentemente, um Termo de Execução Descentralizada com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte que prevê a seleção de destinos turísticos brasileiros que receberão assessoria técnica para o desenvolvimento de Planos de Gestão Integrada da Orla (PGI), além de ações de sensibilização, capacitação e promoção sobre gestão sustentável do turismo.

Fonte: Ministério do Turismo

Veja também!

ESTUDO PREVÊ CRESCIMENTO DE ATÉ 55% NO TURISMO RODOVIÁRIO ESTE ANO
“O São João Esse Ano É em Casa” afirma a Prefeitura de Guamaré através de Arraiá on Line.

Veja também!

Menu