POR QUÊ AS MARCAS DE TURISMO DEVERIAM FOCAR EM EXPERIÊNCIA?
Atualidades

Por Marta Poggi | Panrotas

Há mais de dez anos falamos sobre a importância da criação e promoção das experiências, como forma de diferenciar empresas e destinos turísticos. Mas poucas marcas do turismo brasileiro inovaram nesse sentido, apesar das pesquisas de mercado indicarem forte preferência dos millennials, e dos turistas de outras faixas etárias, pelas experiências turísticas.

É consenso que, cada vez mais, turistas buscam vivências autênticas nos destinos que visitam. Mais do que conhecer um cartão postal, eles querem provar algo novo, que fique marcado na memória. Muitos desejam aprender coisas novas durante a viagem e voltar com “bagagem” maior do que quando saíram. Esse é o caso das viagens que envolvem oficinas de gastronomia, vinhos, queijos, café, idiomas, aulas de dança, artes, etc.

Para os operadores e agentes de viagens a grande dificuldade em inserir atividades e experiências nos roteiros é que a oferta não está organizada. Em geral, os fornecedores de atividades, tours e experiências são pulverizados, muitas vezes sem presença online e outras sem estrutura profissional para atender viajantes exigentes.

Porém, essa não deveria ser uma objeção para quem busca inovar. Um estudo da Phocuswright mostra que este segmento cresce acima da média do mercado e estima faturamento de US$ 183 bilhões em 2019.Claramente existe grande oportunidade não apenas para operadores que buscam diferenciar seus produtos, e agentes de viagens que procuram surpreender seus clientes, mas também para destinos que visam ganhar competitividade, bem como hotéis, atrações e restaurantes que desejam criar diferenciais e fidelizar clientes. As oportunidades são tão óbvias que o Airbnb apostou na oferta de experiências em 2016. No ano passado, a plataforma registrava 30.000 experiências pelo mundo afora e as vendas cresceram sete vezes em 2018, se comparado com o ano anterior.Afinal, a parte mais divertida da viagem, – o que exploramos, conhecemos e experimentamos -, é o que realmente nos lembramos e comentamos com outras pessoas.  

Então, qual é mesmo a experiência que a sua empresa oferece?

Veja também!

CÂMARA DEBATE PERSPECTIVAS DO TURISMO NO BRASIL PARA OS PRÓXIMOS CINCO ANOS
EMBRAER ESTIMA QUE OPERAÇÃO COM BOEING DEVE SER FECHADA NO INÍCIO DE 2020

Veja também!

Menu