PAVILHÃO DO BRASIL NA EXPO DUBAI ATINGE 355 MIL VISITANTES.
Atualidades

O Pavilhão do Brasil na Expo Dubai atingiu nesta semana 355 mil visitantes desde o início da feira, considerada a maior do mundo para promoção de países. Em agenda institucional nos Emirados Árabes Unidos, o ministro Gilson Machado Neto tratou da divulgação do turismo brasileiro com outros países, assinou acordo de cooperação, acompanhou apresentação cultural sobre o Brasil e concedeu entrevista coletiva para a imprensa internacional. Participaram o presidente da Embratur, Carlos Brito; e o deputado federal Hélio Lopes.

O Pavilhão do Brasil fica no distrito da Sustentabilidade da Expo Dubai. O espaço oferece uma experiência de imersão sensorial em que os visitantes podem caminhar por uma lâmina d’água que representa os rios e lagos brasileiros. A experiência será complementada por projeções, variações de temperatura, sons, músicas, aromas e um visual fascinante, tornando a experiência completa.

Durante o dia, será um espaço de sombra e descanso. À noite, o pavilhão ganha ainda mais vida e se transforma em um cubo luminoso flutuante que apresenta ao mundo um país aberto, cheio de oportunidades, moderno, produtivo, ambientalmente consciente e sustentável. A ideia é que a simples presença nesse espaço produza nos visitantes uma conexão emocional permanente com o Brasil.

“A gente vê aqui a quantidade de pessoas visitando o nosso Pavilhão. Muitas crianças que vêm em excursões de escola para aprenderem sobre nossas belezas, sobre a Amazônia, sobre nossos recursos naturais”, afirmou o ministro Gilson Machado Neto. “É mais uma demonstração que o nome do Brasil é cada vez mais respeitado no mundo”, concluiu.

ACORDO – O MTur assinou termo de cooperação com o Ministério de Turismo de San Marino. Por meio do ato, Gilson Machado Neto e Federico Amati oficializaram a intenção da adoção de medidas para ampliar o fluxo de turistas entre as nações, facilitar as viagens e possibilitar descontos na aquisição de pacotes de turismo.

A comitiva brasileira se encontrou também com representante do Grupo Al Rais, Mohamed Jasim Al Rais, e com o Embaixador dos Emirados Árabes Unidos (EAU) no Brasil, Saleh Alsuwaid, para tratar da divulgação do Brasil para os países da região árabe, o que incluiria parceria da Embratur.

COLETIVA – Ainda na Expo Dubai, o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, conversou com a imprensa internacional e defendeu as potencialidades do Brasil para o período de pós-pandemia. Machado Neto destacou o turismo de natureza, a sustentabilidade e os seis biomas presentes em território brasileiro. “Somos o país mais preservado do mundo e após a pandemia, o mundo vai buscar turismo de natureza e ecoturismo, segmentos em que o Brasil será bola da vez”, disse. 

O ministro também ressaltou os atrativos do Brasil para ter um turismo permanente durante o ano. “Somos fortes pelo que temos – seis biomas, território preservado, 8.500 km de litoral, 35 mil km de vias navegáveis ​​internas -, e pelo que não temos: terremoto, furacão, maremoto, excesso de sargaço nas praias”, afirmou.

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO.

Veja também!

EMBRATUR COMPLETA 55 ANOS E REFORÇA PROMOÇÃO DO BRASIL NO EXTERIOR.
REPENTE É REGISTRADO COMO PATRIMÔNIO CULTURAL DO BRASIL.

Veja também!

Menu