MULHERES SÃO MAIORIA NA FORÇA DE TRABALHO DO MINISTÉRIO DO TURISMO
Atualidades

Elas estão à frente das principais decisões sobre as políticas públicas para o desenvolvimento do turismo e da cultura do Brasil e são a maioria nos cargos do Ministério do Turismo. De acordo com levantamento realizado pela Pasta, as mulheres representam 56,9% da força de trabalho ativa no MTur, o que inclui também, a Secretaria Especial de Cultura e a Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur). De forma proporcional, o órgão se posiciona, dentro da Esplanada, entre os que mais possuem mulheres ocupando cargos no governo federal. 

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, o número é motivo de orgulho, pois demonstra a importância das mulheres para o desenvolvimento e promoção do turismo dentro e fora do país. “Eu quero parabenizar a todas as mulheres, todas as guerreiras do setor de turismo, que são às vezes a mãe e o pai da casa. Contem conosco para o que for possível: empreendedoras, mulheres com excelentes ideias, mulheres que se diferenciam cada vez mais em todo o mundo”, disse.

Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), a força de trabalho feminina pode dar um impulso ao crescimento e produtividade de diversos setores. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que, em 2019, a taxa de participação feminina na força de trabalho foi de 54,5%. Em outro índice, agora de uma agência de empregos online, as mulheres representam 56% dos profissionais diretos do setor turístico no Brasil.

Entusiasta do Turismo há mais de 20 anos, a diretora do Departamento de Inteligência Mercadológica e Competitiva do Ministério do Turismo, Nicole Facuri, é uma das profissionais do setor. Segundo ela, a participação feminina é essencial em todos os setores, principalmente no turismo do país. “Venho acompanhando e vendo desde o início deste processo a importância da força de trabalho das mulheres. Para pautas econômicas e sociais, a sensibilidade feminina faz toda a diferença. Conseguimos com esse esforço e dedicação transformar as realidades locais no país. Parabéns para nós mulheres”, declarou.

MULHERES NO TURISMO – A presença feminina no setor de viagens também é sentida no mercado de trabalho. São artesãs, hoteleiras, aeromoças e diversas outras funções que dão força ao ramo. Dados do Ministério do Turismo apontam que, dos guias de turismo registrados no Cadastur, mais da metade são mulheres. Elas também se destacaram no 2º Prêmio Nacional do Turismo, entregue em dezembro de 2019. Entre as oito categorias de profissionais de destaque da seleção, cinco foram vencidas por mulheres.

Fonte: Ministério do Turismo

Veja também!

GUIAS DE TURISMO PODEM REGISTRAR VEÍCULOS PRÓPRIOS DE TRABALHO NO CADASTUR.
GOVERNO INICIA TRABALHOS PARA CRIAR POLÍTICA DE TRANSPORTE FERROVIÁRIO DE PASSAGEIROS

Veja também!

Menu