MTUR SE REÚNE COM SERVIÇO GEOLÓGICO DO BRASIL PARA DEBATER MAPEAMENTO DE PONTOS TURÍSTICOS NO PAÍS.
Atualidades

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, se reuniu na ultima quarta-feira (12.01) com representantes do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur). O objetivo é traçar um plano para aumentar a segurança em destinos turísticos no país – os estados indicam os locais e o CPRM analisa os riscos – no intuito de evitar acidentes como o ocorrido na região de Capitólio (MG) recentemente.

Participaram do encontro o diretor-presidente do CPRM, Esteves Pedro Colnago; A diretora de Hidrologia e Gestão Territorial do Serviço Geológico do Brasil, Alice Castilho; a pesquisadora em Geociência do Serviço Geológico do Brasil, Andreá Trevizon; e o presidente da Agência Estadual de Turismo do Goiás e Presidente do Fornatur, Fabrício Borges Amaral.

Vale destacar que o CPRM disponibilizou, via ENAP, o Curso de Percepção de Riscos Geológicos aos gestores municipais e estaduais, e irá fornecer o Mapa de Suscetibilidade aos gestores estaduais para que comparem o que já existe com as áreas de interesse turístico. Por meio deste mapeamento, os estados poderão solicitar “vistoria” do CPRM e Defesa Civil a fim de evitar possíveis acidentes.

O ministro Gilson Machado Neto reforça a importância de alinhamento de ações para que medidas efetivas tragam mais segurança para esse tipo de turismo. “Nós temos condição de mapear essas áreas e alertar sobre possíveis riscos por meio de laudos geológicos em municípios com interesse turístico. Além disso, estamos trabalhando para capacitar condutores de turismo náutico”, disse.

O diretor-presidente do CPRM, Esteves Pedro Colnago, afirmou que 500 municípios brasileiros já possuem mapeamento de riscos geológicos e elogiou a iniciativa de cruzar esses dados com os destinos turísticos. “Temos técnicos que trabalham diariamente no acompanhamento de riscos de áreas pelo Brasil e estamos à disposição para alinhar trabalhos em parceria”, afirmou.

O presidente do Fornatur, Fabrício Amaral, afirmou ter solicitado um relatório aos estados com uma lista de locais que possam gerar riscos para o turismo. Para ele, uma posição técnica do CPRM será de grande relevância para o setor. “Esse assunto é novo para o Turismo e vamos trabalhar em conjunto para estabelecer um plano de trabalho para mapear locais de fluxo turístico nos estados”, comentou.

CONTINUIDADE – A reunião desta quarta-feira é um desdobramento do encontro que ocorreu na última segunda-feira (10.01), quando o ministro do Turismo promoveu reunião com representantes do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo (Fornatur) para debater medidas como a realização de estudos geológicos que permitam identificar eventuais riscos (Saiba mais AQUI).

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO.

Veja também!

MTUR, EMBRATUR E ANSEDITUR VÃO CRIAR GRUPO DE TRABALHO PARA PROMOVER O TURISMO NACIONAL.
Aeroporto de Recife é o mais pontual do Brasil e o quinto do mundo, aponta levantamento.

Veja também!

Menu