MINISTÉRIO DO TURISMO SELECIONA ROTEIROS PARA O PROJETO EXPERIÊNCIAS DO BRASIL RURAL
Atualidades

Serão abertas na próxima segunda-feira (08.03) as inscrições para a seleção dos roteiros do “Projeto Experiências do Brasil Rural”, que busca apoiar e promover o turismo em áreas rurais do país. Fruto de uma parceria entre os ministérios do Turismo (MTur) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), junto a Universidade Federal Fluminense (UFF), a chamada pública segue aberta até o dia 02 de abril.

As inscrições podem ser feitas AQUI, a partir do dia 08 de março.

Inicialmente, serão selecionados oito roteiros turísticos pertencentes às cadeias agroalimentares do queijo, do vinho, da cerveja e dos frutos da Amazônia nas cinco regiões do país. A ideia é impulsionar produtos e serviços da agricultura familiar associados ao turismo, diversificando a oferta turística brasileira, apoiando a formatação e o posicionamento de produtos e roteiros de experiências no meio rural.

“Imagina visitar um destino rural e, além de uma bela paisagem, saborear delícias produzidas por agricultores familiares como um bom queijo e outras especiarias a partir de frutos da nossa Amazônia. E, ainda, conhecer todo o processo de criação e o modo de vida de quem produz. Este é um exemplo de como é possível inserir produtos, serviços e experiências da agricultura familiar no mercado turístico brasileiro”, destaca o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Os projetos selecionados contarão com apoio técnico para estruturação dos destinos e empreendimentos, bem como a comercialização de produtos e serviços. Também estão previstas capacitações de empresários, empreendedores e produtores rurais para a criação ou aprimoramento de roteiros e experiências.

O secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França, conta que o primeiro passo é realizar pesquisas de diagnóstico das oito rotas que serão selecionadas. “A partir do momento em que realizarmos um diagnóstico individual destes destinos rurais é quando poderemos elaborar planos de ação específicos que estimulem a inovação e impactem a realidade destes locais. O resultado será o fortalecimento dos roteiros, tendo a agricultura familiar como um diferencial”, explica.

Ao final dos processos de estruturação, a meta é inserir produtos elaborados por pequenos produtores rurais nos bares, restaurantes, meios de hospedagem, lojas de artesanato e outros equipamentos que integram o roteiro turístico rural.

O resultado da seleção para o “Projeto Experiências do Brasil Rural” será divulgado no dia 7 de maio. Após o prazo de recursos administrativos, a divulgação do resultado final ocorrerá em 24 de maio. Para saber mais, inclusive sobre os critérios para seleção, acesse AQUI ou AQUI o edital.

ACORDO DE COOPERAÇÃO – O “Projeto Experiências do Brasil Rural” foi concebido ainda no ano passado através da assinatura de um Acordo de Cooperação Técnica entre o MTur e o MAPA. As cadeias produtivas atendidas no projeto foram definidas a partir das políticas públicas de priorização de ambas as pastas. O foco de atuação do projeto são os empreendimentos da agricultura familiar que atuem na produção agrícola e pecuária, na agroindústria, no extrativismo e no turismo. Os demais empreendimentos também podem participar da seleção, desde que estejam diretamente relacionados às cadeias produtivas priorizadas (queijo, vinho, cerveja e frutos da Amazônia).

O projeto integra uma série de medidas realizadas pelo governo federal para fomentar o Turismo Rural, segmento considerado crucial na retomada das atividades turísticas no contexto pós-pandemia. Isso porque representa uma alternativa de renda para o campo, ajuda a estabilizar a economia local e cria negócios e empregos diretos e indiretos.

No Brasil já há uma série de empreendimentos rurais que estruturam atividades turísticas variadas e ofertam, por exemplo, experiências em colheitas de produtos agrícolas, participação no preparo de produtos como chocolates e vinhos e experiências gastronômicas características de cada região.

Em dezembro do ano passado, o Ministério do Turismo divulgou o Boletim de Inteligência de Mercado no Turismo (BIMT) voltado ao Turismo Rural. O documento apresenta rotas turísticas por todo o Brasil e informações que vão nortear ações futuras. Para acessar a íntegra do Boletim clique AQUI.

Os brasileiros estão buscando cada vez mais destinos turísticos que não tenham aglomerações. A constatação é de uma pesquisa realizada pelo Booking.com que mostrou que 91% dos viajantes nacionais estão buscando locais mais tranquilos para viajar no país. O item é uma das recomendações do protocolo para turistas do Selo Turismo Responsável, do Ministério do Turismo, criado para que os consumidores se sintam seguros ao viajar e frequentar locais que cumpram protocolos específicos para a prevenção da Covid-19.

Para o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, devem ser priorizados os destinos que adotem os protocolos de segurança sanitária propostos pela Pasta, pois garantem as boas práticas de higienização em cada segmento do setor. “Estamos identificando que, cada vez mais, os turistas estão buscando atrativos que adotem todas as medidas sanitárias que evitem o contágio da doença. Nós, do Ministério do Turismo, incentivamos esta ação. Verifiquem se o estabelecimento que está hospedado ou que está visitando tenha o Selo Turismo Responsável”, disse.

Outro dado relevante apontado pelo levantamento foi que quase 7 em cada 10 entrevistados pretendem viajar fora de temporada em 2021 e que 83% deles estão levando em consideração a procura por destinos onde corra menos risco de contrair ou espalhar a Covid-19. Para o gerente de Comunicação para a América Latina da Booking.com, Luiz Cegato, os dados comprovam um sentimento identificado em pesquisas anteriores. “De acordo com uma pesquisa realizada em 2019, 52% dos viajantes brasileiros já diziam pretender visitar destinos alternativos para evitar viagens durante a alta temporada e 59% já queriam não estar em lugares com muita aglomeração de turistas”, relatou.

No início do ano, o Ministério do Turismo iniciou uma pesquisa com consumidores nacionais para, também, avaliar a retomada de viagens no país. O objetivo da iniciativa é conhecer e analisar a opinião do público quanto à expectativa de realizar viagens a lazer nos próximos meses e à percepção de segurança dos viajantes em um cenário de pandemia. A expectativa é de que o resultado saia ainda no mês de março.

SELO TURISMO RESPONSÁVEL – A fim de proporcionar mais segurança a turistas e trabalhadores do setor de turismo durante a retomada, o Ministério do Turismo lançou o Selo Turismo Responsável, que estabelece protocolos específicos para a prevenção da Covid-19 para 15 segmentos do setor. Até agora, mais de 26 mil empreendimentos e guias de turismo se comprometeram a entregar uma experiência segura aos turistas e aderiram ao selo. Clique AQUI e conheça os estabelecimentos que possuem o selo do MTur.

Veja também!

PORTUGAL EXIGIRÁ QUARENTENA DE PASSAGEIROS DO BRASIL EM VOOS INDIRETOS
ORLA DAS PRAIAS URBANAS EM NATAL PRATICAMENTE VAZIAS NESTE FINAL DE SEMANA.

Veja também!

Menu