MINISTÉRIO DO TURISMO CELEBRA DOIS ANOS DA INCLUSÃO DOS BARCO-HOTÉIS COMO MEIOS DE HOSPEDAGEM.
Atualidades

No dia em que se comemoram os dois anos do reconhecimento dos barco-hotéis como meios de hospedagem, o Ministério do Turismo celebra a conquista que deu uma nova perspectiva ao segmento. O país conta, atualmente, com 143 barco-hotéis registrados junto ao Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) do MTur e em atuação regular no território nacional.

A inclusão dos barco-hotéis no segmento de Meios de Hospedagem integra a estratégia do Ministério do Turismo em estimular o Turismo Náutico no Brasil. A medida também fortalece o turismo de natureza, uma das fortes tendências do turismo no pós-pandemia. Os barco-hotéis são popularmente conhecidos no Norte e Centro-Oeste do país. O passeio é procurado por amantes da pesca esportiva, do ecoturismo ou por visitantes que buscam paz em meio à natureza.

“O Ministério do Turismo tem trabalhado em um conjunto de ações para fortalecer o turismo náutico em nosso país. Temos o maior potencial do mundo com um litoral com 8.500 km de extensão e 35 mil km de vias internas navegáveis e esse é o nosso momento de mostrar ao mundo todo esse potencial e, por isso, conquistas como esta são tão importantes”, comentou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

Um exemplo do potencial deste segmento é de que apenas no estado do Amazonas (AM), os barco-hotéis recebiam – no pré-pandemia – cerca de 30 mil turistas por temporada de pesca, o que gerou uma movimentação financeira estimada em mais de R$ 100 milhões.

CADASTUR – O Ministério do Turismo recomenda aos turistas que escolham, em suas viagens, hotéis e prestadores de serviços turísticos inscritos no Cadastur. O Cadastro Nacional é uma importante fonte de consulta aos viajantes e oferece diversos benefícios aos cadastrados, como acesso a financiamento; oportunidades de qualificação exclusivas; apoio em eventos, feiras e ações do Ministério do Turismo; incentivo à participação em programas e projetos do governo federal; além de visibilidade nos sites do MTur e do Cadastur.

Entre os programas exclusivos para os prestadores regulares no Cadastur está o Selo “Turismo Responsável, Limpo e Seguro”. A iniciativa foi criada pelo Ministério do Turismo há um ano em resposta à pandemia de Covid-19 e é uma importante aliada na retomada do turismo. Até agora, mais de 30 mil estabelecimentos e guias de turismo de todo o país possuem o selo. Ele é um diferencial para os prestadores de serviços turísticos, um símbolo do compromisso assumido por eles em adotar medidas que protejam turistas e trabalhadores do setor.

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO.

Veja também!

REPENTE É REGISTRADO COMO PATRIMÔNIO CULTURAL DO BRASIL.
MINISTRO ALINHA AÇÕES PARA O ENOTURISMO COM PREFEITOS, PARLAMENTARES E TRADE DA REGIÃO SUL DO PAÍS.

Veja também!

Menu