MAIS DE 100 CRUZEIROS CONTINUAM ‘PRESOS’ NO MAR, DIZ GUARDA COSTEIRA DOS EUA
Atualidades

Mais de 100 cruzeiros marítimos estão “presos” em alto mar sem poder atracar nos portos norte-americanos. São mais de 90 mil tripulantes na mesma situação, informou a Guarda Costeira dos Estados Unidos, por conta das restrições impostas por Donald Trump para tentar conter o avanço da pandemia do coronavírus (Covid-19). Somente em águas oficialmente norte-americanas, são 35 o número de navios sem permissão para atracar, com mais de 35 mil membros da tripulação a bordo.

Por conta disso, a Guarda Costeira está sendo forçada a resgatar os membros que tem sido diagnosticados com Covid-19 e precisam de atenção médica imediata. Os oficiais, por sua vez, afirmaram que as armadoras precisam tomar medidas adicionais para proporcionar uma melhor assistência médica e seguir protocolos para serem mais autossuficientes.

“Toda a equipe do Departamento de Segurança Interna está trabalhando em conjunto para garantir que nenhum cruzeiro marítimo será deixado de lado durante esta emergência”, disse Eric Jones, comandante do distrito da Guarda Costeira.

No dia 1° de abril, a Guarda Costeira dos Estados Unidos tinha anunciado que todos os cruzeiros marítimos, que navegam nas águas ou com intuito de atracarem no país, seriam forçados a permanecerem em alto mar por tempo indeterminado.

Fonte: ABC News

Veja também!

CIRQUE DU SOLEIL REALIZA APRESENTAÇÃO ONLINE DE 60 MINUTOS
TURISMO TRABALHA COM SAZONALIDADE, DIZ PRESIDENTE DA RESORTS BRASIL

Veja também!

Menu