IGREJA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE É REVITALIZADA EM SALVADOR (BA)
Atualidades

Em tempos de retomada da atividade turística, a cidade de Salvador acaba de ganhar um atrativo turístico completamente revitalizado: a Igreja de Nossa Senhora da Saúde e Glória. A obra contou com repasse de R$ 8 milhões do Ministério do Turismo, por meio do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O templo, localizado no bairro da Saúde, foi entregue nesta segunda-feira (08.11) em cerimônia que contou com a presença do ministro do Turismo, Gilson Machado Neto; o ministro da Cidadania, João Roma; e a presidente do Iphan, Larissa Peixoto.

O trabalho de revitalização da igreja durou três anos. Foram executados serviços de infraestrutura elétrica e hidrossanitária, além da criação de plataforma elevatória para acessibilidade. Por fim, foi construído um novo anexo, que terá como função alocar atividades de apoio e abrigará ações sociais da paróquia de Nossa Senhora da Saúde.

“Essa igreja é um monumento belíssimo e quero ressaltar que já temos R$ 25 milhões investidos na Bahia, monumentos perenes entregues à sociedade e que agregam valor ao turismo religioso e valor histórico e cultural também. Esse é um monumento belíssimo que o presidente, por meio do seu governo, devolve a população do Brasil e da Bahia”, comentou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

“É uma emoção muito grande entregar mais uma obra do governo federal. Quando assumimos o Iphan, vimos a quantidade de obras iniciadas e temos o compromisso de entregar uma a uma. Obras como a desta igreja que tem mais de 300 anos de história. Uma igreja linda que faz parte da história do Brasil”, comentou a presidente do Iphan, Larissa Peixoto.

Com a entrega da revitalização, o Iphan totaliza, apenas no ano de 2021, um investimento de aproximadamente R$ 25,2 milhões em bens tombados no estado da Bahia. No primeiro semestre deste ano, foram entregues restauradas as igrejas Matriz do Santíssimo Sacramento, em Itaparica, e Matriz de São Bartolomeu, em Maragogipe.

Está em curso, ainda, a restauração dos Painéis de Azulejaria Portuguesa no Claustro da Igreja e Convento de São Francisco, também na capital Salvador. O investimento é de R$ 4,1 milhões oriundos do Fundo de Direitos Difusos, do Ministério da Justiça. A previsão de conclusão do projeto é dezembro deste ano.

IGREJA – O templo católico foi erguido em 1724, sendo marco a partir do qual a malha urbana da região se desenvolveu. Devido à importância histórica e artística, a edificação foi tombada pelo Iphan em 1941, sendo inscrita nos livros do Tombo Histórico e no Livro das Belas Artes. Em 2018, quando foi contemplada no Programa de Preservação das Cidades Históricas, o templo apresentava mau estado de conservação. O projeto aprovado previu restauro integral do bem, incluindo seu acervo de bens móveis e integrados, além da adequação às normas de acessibilidade universal.

“Esse é governo que não pratica ‘empurroterapia’, é um governo que trabalha sempre em busca de soluções. Temos tratado a Bahia com muito carinho e entregado obras que eram verdadeiros monumentos ao descaso e que vão fazer a diferença na vida da população”, concluiu o ministro da Cidadania, João Roma.

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO

Veja também!

MINISTRO ALINHA AÇÕES PARA O ENOTURISMO COM PREFEITOS, PARLAMENTARES E TRADE DA REGIÃO SUL DO PAÍS.
NOVO VOO LIGANDO NATAL À EUROPA ENTRA EM OPERAÇÃO NESTA QUARTA-FEIRA.

Veja também!

Menu