EM ANO DE AJUSTES, AVIANCA MANTÉM NÚMERO DE PASSAGEIROS
Atualidades

2019 foi um ano complexo para a Avianca: mudanças de liderança, ampla reestruturação financeira e novo plano estratégico. Mesmo com a reorganização de 27 rotas não rentáveis e venda de 24 aeronaves, a aérea manteve o número de passageiros transportados ano após ano em mais de 30,5 milhões, com fator de ocupação total em 81,5% e aumento da capacidade em 1,8%.

O último trimestre foi importante para a Avianca, porque a companhia renegociou suas obrigações de dívida e arrendamento, firmou acordos com seus principais fornecedores e concluiu o financiamento no valor de US$ 375 milhões. Com a execução do reperfilamento financeiro, parte do plano Avianca 2021, US$ 2,6 bilhões em dívidas foram reclassificadas do curto para o longo prazo.

“Estes meses têm sido muito exigentes e desafiadores, mas nos permitiram confirmar que era essencial mudar nossa estratégia de negócios. Também reafirmamos que temos aliados, fornecedores e clientes que confiam em nossa empresa e, graças a eles, tivemos um final de ano com notícias positivas que nos permitem hoje ter certeza sobre o futuro da Avianca. Os resultados que apresentamos hoje são como esperávamos, agora é hora de virar a página e focar em obter melhor rentabilidade, fornecendo melhores serviços e cuidando de nosso talento”, afirmou o presidente e CEO da Avianca, Anko van der Werff.

No ano passado, as despesas operacionais da aérea reduziram 1,9% com a aplicação de estratégias de rentabilidade e simplificação de processos. Já a receita operacional total ajustada contraiu 5,1%, devido à redução da capacidade implantada, contração da taxa média, lento ambiente macroeconômico da região e fraqueza das moedas locais ao longo do ano.

Por: Victor Fernandes

PANROTAS

Veja também!

VAI E VEM: DISNEY TEM NOVO CEO E DIÓGENES TOLONI DEIXA AEROLÍNEAS ARGENTINAS
FERNANDO FERNANDES ASSUME A SECRETARIA DE GOVERNO DE NATAL

Veja também!

Menu