74% DAS VIAGENS NACIONAIS COMERCIALIZADAS EM SETEMBRO SERÃO REALIZADAS AINDA NESTE ANO.
Atualidades

Na retomada das atividades turísticas, os destinos nacionais despontam como preferidos na comercialização de viagens por meio das operadoras de turismo. Entre os mais vendidos no mês de setembro estão Salvador (BA) e Gramado (RS), em primeiro lugar, seguidos de Natal (RN), Praia do Forte (BA), São Paulo (SP) e Fortaleza (CE). E 74% das viagens comercializadas ou já foram realizadas no próprio mês de setembro ou estão marcadas para ocorrer ainda neste ano. Os dados são do boletim mensal da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa).

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, destaca que os números refletem o reaquecimento do setor. “Temos acompanhado que a retomada das atividades turísticas já é uma realidade no país, graças ao avanço da vacinação e a adoção de protocolos sanitários. Hoje, o Selo Turismo Responsável, uma iniciativa nossa que busca promover ambientes mais seguros, alcançou a adesão de 30 mil empreendedores e guias de turismo que se comprometeram com a adoção destes protocolos para garantir mais segurança a turistas e trabalhadores do setor”, aponta.

No mês de setembro, segundo a Braztoa, mais de um terço das operadoras alcançaram faturamento próximo da média histórica, que é de 75% ou mais. E, na comparação com agosto deste ano, 80% das operadoras mantiveram faturamento igual ou maior no mês de setembro, demonstrando um processo de consolidação sustentável.

Outros indicativos reforçam a linha evolutiva do setor, com 61,4% dos embarques nacionais sendo de novas vendas em setembro. A Braztoa reúne cerca de 70 operadoras de turismo responsáveis por cerca de 90% das viagens organizadas de lazer, comercializados pela cadeia produtiva no Brasil.

Rayane Ruas, Head of Intelligence da UP Soluções, parceira da Braztoa na consolidação do boletim mensal, destaca a relevância das viagens de natureza e familiar. “Os destinos mais vendidos, corroboram com os dados de big data analisados pela UP Soluções, em que as viagens de praia e natureza correspondem a 20% das menções na mídia, seguida pelas viagens em família com 17%. Ainda, identificamos que os feriados e finais de semana equivalem a 37,5% das viagens. Portanto, um terço do turismo brasileiro está concentrado nas viagens de natureza e familiar e, nos feriados e finais de semana”, aponta.

VIAGENS NACIONAIS – A tendência de maior procura pelo turismo doméstico também é corroborada por uma pesquisa recente do Instituto for Businnes Value (IBV) da IBM. Realizada em 9 países, incluindo o Brasil, a pesquisa ouviu mais de 13 mil adultos. Aqui, o estudo apontou que 56% dos entrevistados planejam viajar dentro do país na próxima temporada de férias. Ao todo, 37% pretendem viajar para ver família e amigos durante as festas de final de ano – número maior do que o registrado no ano passado (25%).

Ainda segundo esta pesquisa, as viagens ganharam mais espaço no orçamento de férias, passando de 6,2% em 2020 para 8,3% neste ano, acima da média geral dos países consultados (Canadá, França, Alemanha, Índia, México, Espanha, Reino Unido e EUA, além do Brasil). Já em relação a passeios e atividades locais, que também movimentam a cadeia do turismo, a expectativa é de aumento, passando de 7,1% para 8,4% neste ano. Entre estas atividades estão, por exemplo, jantar fora e ter experiências como ir a um museu.

FONTE: MINISTÉRIO DO TURISMO.

Veja também!

TURISMO GEROU MAIS DE 38 MIL VAGAS DE EMPREGO EM SETEMBRO.
ESTÁ ABERTA A TEMPORADA DE NATAL EM GRAMADO–RS.

Veja também!

Menu